30 de jun de 2009

Sem amor...

A inteligência sem amor, te faz perverso...
A justiça sem amor, te faz implacável...
A diplomacia sem amor, te faz hipócrita...
O êxito sem amor, te arrogante...
A riqueza sem amor, te faz avaro...
A docilidade sem amor te faz servil...
A pobreza sem amor, te faz orgulhoso...
A beleza sem amor, te faz ridículo...
A autoridade sem amor, te faz tirano...
O trabalho sem amor, te faz escravo...
A simplicidade sem amor, te deprecia...
A oração sem amor, te faz introvertido...
A lei sem amor, te escraviza...
A política sem amor, te deixa egoísta...
A fé sem amor te deixa fanático...
A cruz sem amor se converte em tortura...
A vida sem amor... não tem sentido

Don't worry, be happy

Here's, A little song,
I wrote, You might want,
To sing it, Note for note,
Don't worry, Be nappy.
In every life, We have some trouble,
But when you worry, You make it double,
Don't worry, be happy.
Don't worry, be happy now Oo,
ooo Lá, lá, lá Oo,
Don't worry, Eu falei
Be happy, Oo, ooo
Ain't go no place, To lay your head,
Somebody came, And took your bed,
Don't worry, Be happy.
The land-lord say, Your rent is late,
He may have, To litigate,
Don't worry, be happy.
Don't worry, Pra não se estressar,
Be happy, Pra se alegrar,
Relax, Que tudo fica diferente.
Stress faz adoecer,
Amor, rejuvenercer,
Sorria mais e leve a vida Simplismente.
Ain't got no cash, Ain't got no style,
Ain't got no girl, To make you smile,
Liga não, Be happy.
'Cause when you worry, your face will frown,
And that will bring, Everybody down
Don't worry, Deixa pra lá,
Be happy.
Oo, ooo Lá, lá, lá, Olha a gentileza,
Oo, ooo Lá, lá, lá, Simbora, Don't worry,
Oo, ooo Lá, lá, lá, Oo, ooo Lá, lá, lá,
Vem pra cá, O que é que tem?
Oo, ooo Lá, lá, lá, Oo, ooo Lá, lá, lá
Mart'nália.

28 de jun de 2009

Hoje a noite não tem luar


Ela passou do m eu lado,
Oi amor - eu lhe falei.
Você está tão sozinha
Elá então sorriu pra mim.
Foi assim que a conheci
Naquele dia junto ao mar
As ondas vinham beijar a praia
O sol brilhava de tanta emoção
Um rosto lindo como o verão
E um beijo aconteceu.
Nos encontramos à noite
Passeamos por ai
E num lugar escondido
Outro beijo lhe pedi
Lua de prata no céu
O brilho das estrelas no chão
Tenho certeza que não sonhava
A noite linda continuava
E a voz tão doce que me falava
O mundo pertence a nós
E hoje a noite não tem luar
E eu estou sem ela
Já não sei onde procurar
Não sei onde ela está
Hoje a noite não tem luar
E eu estou sem ela
Já não sei onde procurar
Onde estar meu amor?
Renato Russo

27 de jun de 2009

Back at one

It's undeniable... that we shoul be together
It's unbelievable how I used to say that I fall never
The basis you need to know, if you don't know I feel,
Then let me show you now taht I'm for real
If all things in time, time will reveal
Yeah

One... you're like a dream come true
Two... just wanna be with you
Three... girl it's plain to see
That your the only one for me, and
Four... repeat steps one to three
Five... make you fall in love with melf ever I believe my work is done
Then I'll start back at one
Yeah

It's so incredible, the way things work themselves out
And all emotional, once you know what it's all about, hey
And undesirable, for us to be apart
I never would've made it very far
'Cause you know you've got the keys to my heart'
Cause...

One... you're like a dream come true
Two... just wanna be with you
Three... girl it's plain to see
That you're the only one for me, and
Four... repeat steps one to three
Five... make you fall in love with me
If believe my work is done
(The I'll star back at one)

Say farewell to the dark os night
I see the coming of the sun
I feel like a little child, whose life has just begun
You came and breathed new life into this lonely heart of mine
You threw out the life line
Just in the nick of time

One... you're like a dream come true
Two... just wanna be with you
Three... girl it's plain to see
That you're the only one for me, and
Four... repeat steps one to three
Five... make you fall in love with me
If ever I believe my work is done
Then I'll start back at one
Brian Mckninght

Saudades

"Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos. Saudade até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim... do companheirismo vivido.

Sempre pessei que as amizades continuassem sempre. Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar quem sabe... nos e-mails trocados. Podemos nos telefonar conversar algumas bobagens... Aí dias vão passar, meses... anos... até este contato tornar-se cada vez mais raro.

Vamos nos perder no tempo... Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão? Quem são aquelas pessoas? Diremos... Que eram nosso amigos.

E... isso vai doer tanto! Foram meus amigos, foi com ele que vivi os melhores anos de minha vida!

A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente... Quando o nosso grupo estiver incompleto... nos reuniremos para um último adeus de um amigo. E entre lágrimas nos abraçaremos. Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado. E nos perderemos no tempo...

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades seja a causa de grandes tempestades...

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!"

Fernando Pessoa

26 de jun de 2009

You are not alone

Another day has gone
I'm still all alone
How could this be
You're not here with me
You never said goodbye
Someone tell me why
Did you have to go
And leave my world so cold
Everyday I sit and ask myself
How did love slip away
Something whispers in my ear and says
That you are not alone
For I am here with you
Though you're far away
I am here to stay
But you are not alone
For I am here with you
Though we're far apart
You're always in my heart
But you are not alone
'Lone, 'lone
Why, 'lone
Just the other night
I thought I heard you cry
Asking me to come
And hold you in my arms
I can hear your prayers
Yours burdens I will bear
But firts I need your hand
Then forever can begin
Everyday I sit and ask myself
How did love slip away
Something whispers in my ear and says
That you are not alone
For I am here with you
Though you're far away
I am here to stay
For you are not alone
For I am here with you
Though we're far apart
You're alway in my hear
For you are not alone
Whisper three words and I'll come runnin'
And girl you know taht I'll be there
I'll be there
You are not alone
For I am here with you
Though you're far away
I am here to say
For you are not alone
For I am here with you
Though we're far apart
You're always in my heart
For you are not alone
For I am here with you
Though you're for away
I am here to say
For you are not alone
For I am here with you
Though we're far apart
You're always in my heart
For you are not alone...
Michael Jackson

25 de jun de 2009

More than words

Saying I love you
Is not the words I want to hear from you
It's not that I want you not to say
But if you only knew
How easy it would be to show me how you feel.

More than words
Is all you have to do make it real
Then you wouldn't have to say that you love me
Cause I'd already know.

What would you do if my heart was turn in two?

More than words to show you feel
That yours love for me is real.

What would you say if I took those words away?

Then you couldn't make things new
Just by saying I love you.

More than words
More than words

Now that I've tried to talk to you and make you understand
All you have to do is close your eyes
And just reach out your hands and touch me
Hold me close don't ever let me go.

More than words is all I ever needed you to show
Then you wouldn't have to say that you love me
Cause I'd already know.

What would you do if my heart was torn in tow?

More than words to show you feel
That your love me for me is real.

What would you say if I took words away?

Then you couldn't make thing new
Just by saying I love you.

More than words
Extreme

24 de jun de 2009

Versos Simples



Sabe,

Já faz tempo

Que eu queria te falar,

Das coisas que trago no peito.

Saudade,

Já não sei se é a palavra certa para usar.

Ainda lembro do seu jeito...


Não te trago ouro,

Porque ele não entra no céu.

E nenhuma riqueza deste mundo.

Não te trago flores,

Porque elas secam e caem ao chão.

Te trago os meus versos simples.

Mas que fiz de coração...
Chimarruts

23 de jun de 2009

I'm yours

Well you done me and you bet I felt it
I tried to be chill but you're so hot that I melted
I fell right through the cracks, now I'm to get back

Before the cool done run out, I'll be giving it my bestest
And nothing's going to stop me but divine intervention
I reckon it's again my turn to win some or learn some

I won't hesitate no more, no more
It cannot wait, I'm yours

Well open up your mind and see like me
Open up your plans and damn you're free
Look into your heart and you'll find love love love

Listen to the music of the moment baby sing with me
I like peaceful melody
It's your God-forsaken right to be loved love loved love loved

So I won't hesitate no more, no more
It cannot wait, I'm sure
There's no need to complicate, our time is short
This is our fate, I'm yours

I've been spending way too long checking my tongue in the mirror
And beding over backwards just to try to see it clearer
My breath fogged up the glass
And so I drew a new face and I laughed

I guess what I be saying is there ain't no better reason
To rid yourself of vanity and just go with the seasons
It's what we aim to do, our name is our virtue

I won't hesitate no more, no more
It cannot wait, I'm sure
There's no need to complicate, our time is short
It cannot wait, I'm yours
I won't hesitate no more, no more
It cannot wait, I'm sure
There's no nessd to complicate, our time is short
This is our fate, I'm yours

Well open up your mind and see like me
Open up your plans and damn, you're free
Look into your heart and you'll find that the sky is yours

Please don't, please don't, please don't
There's no need to complicate
Cause our time is short
This oh this this is out fate, I'm yours!
Jason Mraz

22 de jun de 2009

Nunca é tarde!!!


Sensações, como são difícies de serem expressas...
O coração bate tresloucadamente, as mãos suam, nervos a flor da pele e aquela incerteza latente: ligar ou não ligar? E se ele não lembrar de mim? E se simplismente me ignorar?
O que fazer???
Coração retumbando dentro do peito, ansiedade pura, pulsação como se tivesse acabado de correr uma maratona... E então ela decide: vou ligar e seja o que Deus quiser!
Levanta de sua mesa de trabalho, atrolhada de atolada de processos complicadíssimos que destrincha com a maior facilidade e o medo se apodera dela... Não vou desistir, hoje eu vou ligar... Seus dedos tremulam ao digitar os números, código da operadora, 3 nºs, código da área, + 2, número do telefone, + 8, são 13 intermináveis números que ela digita durante os quais ela simplismente não raciocina para não desistir.
Números discados, telefone chamando, toca uma, duas, três, ela já até está querendo desligar pensando; viu, ele não atendeu, a culpa não foi minha!; Quando ouve um alô do outro lado, daquela voz tão conhecida, jamais esquecida, apesar do tempo passado, ela tira uma força que não sabia que possuía e começa a falar... Primeiro coisas triviáis; como tu estás, e o trabalho, saúde?; e todo aquele papo educado que aprendemos a ter... Perguntas que vão, respostas que vêm, questões respondidas e o tempo passando e ela pensando: eu não vou conseguir... Mas ela é uma mulher determinada, que aprendeu a lidar melhor com suas emoções e que acha extremamente injusto esconder seus sentimentos dos outros e de sim própria...
Então menciona: isto não tem nada a ver com você, eu é que preciso te dizer isso... respira fundo e solta o verbo, com uma coragem que vem das entranhas: tu não sabes como eu te amei naquela época... ela nunca havia dito isso com todas as palavras: EU TE AMO! Apesar das atitudes indicarem, os olhos falarem, mas a bora era reprimida... Não conseguia dizer durante todos os momentos apaixonados e maravilhosos vividos, essas palavras mágicas... ela ainda era uma menina-mulher, confusa, apaixonada... e achava que não dizendo isso, deixava de entregar o que já havia sido entregue a muito tempo: sua alma, seu coração e seu corpo... Quanta bobagem... só o tempo e a experiência a deixaram ver isso... Vitória! Ela disse! Conseguiu! Está em paz com sua consciência. Disse a quem nunca havia dito que o amava, apesar de um atraso de dez anos, mas isso é detalhe! Ela deixou de dizer, ele deixou de ouvir, será que mudaria algo??? Agora isso não interessa... Ele pareceu um pouco pertubado e diz que ficou emocionado... Retribuiu com o velhor jargão: eu também gostei muito de ti...
Ela não acredita que cumpriu a missão que tinha estabelecido para si mesma, então se despede: um beijo para ti; e desliga.
Volta para sua sala, senta em frente ao seu computador, como se nada tivesse acontecido! Tudo parece igual, seus colegas sérios trabalhando, os processos se avolumando e ela tenta se concentrar, seus olhos enchem de lágrimas, ela havia vencido mais uma batalha! Ela era uma mulher de verdade que não esconde o que sentiu, sente e sentirá! Cresceu e amadureceu!
Se parabeniza mentalmente e pensa: a liberdade realmente é azul (linda)!

21 de jun de 2009

Um dia de domingo



Eu preciso te falar,
Te encontrar de qualquer jeito,
Pra sentar e conversar,
Depois de andar de encontro ao vento.

Eu preciso respirar o mesmo ar que te rodeia,
E na pele quero ter o mesmo sol que te bronzeia.

Eu preciso te tocar e outra vez te ver sorrindo.
Já não dá mais pra viver um sentimento sem sentido

Eu preciso descobrir a emoção de estar contigo.
Ver o sol amanhecer e ver a vida acontecer,
Como um dia de domingo.

Faz de conta que ainda é cedo,
Tudo vai ficar por conta da emoção.
Faz de conta que ainda é cedo,
E deixar falar a voz do coração...
Tim Maia

19 de jun de 2009

Ser uma mulher


Quero que o outro saíba que quando estou com medo, me tome nos braços sem fazer perguntas demais. Que o outro note quando preciso de silêncio e não vá embora batendo a porta, mas entenda que não o amarei menos porque estou quieta. Que o outro aceite que me preocupo com ele e não se irrite com minha solicitude, e se ela for excessiva saiba me dizer isso com delicadeza ou bom humor. Que o outro perceba minha fragilidade e não ria de mim, nem se aproveite disso. Que se eu faço uma bobagem o outro goste um pouco mais de mim, porque também preciso poder fazer tolices tantas vezes. Que se estou apenas cansada o outro não pense logo que estou nervosa, ou doente, ou agressiva, nem diga que reclamo demais. Que o outro sinta quanto dói a idéia da perda, e ouse ficar comigo um pouco - em lugar de voltar logo à sua vida, não porque lá está a sua verdade mas talvez seu medo ou sua culpa. Que se começo a chorar sem motivo depois de um dia daqueles, o outro não desconfie logo que é culpa dele, ou que não o amo mais. Que se estou numa fase ruim o outro seja meu cúmplice, mas sem fazer alarde nem dizendo " Olha que estou tendo muita paciência com você!" Que se me entusiasmo por alguma coisa o outro não a diminua, nem me chame de ingênua, nem queira fechar essa porta necessária que se abre para mim, por mais tola que lhe pareça. Que se eu eventualmente perco a paciência, perco a graça e perco a compostura, o outro ainda assim me ache linda e me admire. Que o outro filho, amigo, amante, marido - não me considere sempre disponível, sempre necessariamente compreensiva, mas me aceite quando não estou podendo ser nada disso. Que, finalmente, o outro entenda que mesmo se às vezes me esforço, não sou, nem devo ser, a mulher-maravilha, mas apenas uma pessoa: vunerável e forte, incapaz e gloriosa, assustada e audaciosa - uma mulher. (Lya Luft)

Amigos!!!

Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer,
mas pela pupila. Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.

A mim não interessa os bons de espírito nem os maus de hábitos. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero respostas, quero o meu avesso.

Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco.

Quero-os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta.

Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto não sofre junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.

Não quero risos previsíveis nem choro peidosos.

Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.

Não quero amigos adultos nem chatos.

Quero-os metade infância e outra metade velhice. Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto e velhos, para que nunca tenham pressa.

Tenho amigos para saber quem eu sou.

Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nucnca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril.

Oscar Wilde