16 de jul de 2009

Simples Assim

Como é bom o simples!
O sorriso, por exemplo, é tão simples
e agrada a todos.
O abraço despretensioso de uma criança
é um tesouro.
O beijo dos apaixonados então,
é o sublime do simples.
O caminhar, o respirar, nadar
ou simplesmente boiar,
são movimentos que expressam a
liberdade,a liberdade do que é simples.

Por quê complicamos tanto a vida?
Porque queremos sempre mais!
E na maioria das vezes, não valorizamos
o que já temos.
As vezes temos a melhor companhia
do mundo, e a traímos.
Temos a melhor família possível,
e brigamos.
Temos o melhor emprego do momento,
e reclamamos.
Temos um grande amigo,
e o desprezamos.
Temos a oportunidade de servir,
e cruzamos os braços.
Temos um tesouro, e nos matamos
por alguns trocados.

Insatisfeitos, infantis e imaturos.
Por isso, a dor continua sendo
a “sirene” de Deus,
aquela que faz tocar alarmes para alertar:
- Algo não vai bem em nós!
É a irritação constante, que leva ao estresse,
que leva ao desespero,
que leva ao enfarte.

Busque o simples!
Meditar pelas manhãs,
agradecer sempre pelo pão,
pela vida
e pela misericórdia.
Lembre-se que somente pela
misericórdia divina estamos aqui.

Baixe a bola, seja simples.
Não se leve tão a sério.
Ame e deixe-se amar.
Viva e deixe viver.
Sorria e transforme o dia.
Simples assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário